arte & poesia


 

 

 

 

Agora no "arte & poesia" vocês poderão assistir "ao vivo" toda a programação da TVE, inclusive alguns programas da TV Cultura (Real Média Player) e de quebra, ouvir a bela programação da Rádio USP FM 93,7 (Windows Média Player). É só clicar no mural de indicações "outros sites" no canto direito da página.

 

 

 



 Escrito por jucier às 21h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

MÚSICA

Marinho Lima

 

 

Filho de músico, cantor e compositor piauiense, radicado em Brasília. Marinho Lima começou logo cedo no mundo da música. Aos sete anos descobriu os mistérios e prazeres das primeiras notas musicais. Foi membro do grupo Vozes & Acordes, com o qual participou de diversos festivais, conquistando o 1º lugar em quase todos. Realizou também diversos shows em várias cidades brasileiras. Seus CD's contam com a participações de renomados músicos da MPB, dentre eles, Oswaldinho do Acordeon e Papete.

Marinho Lima é um nome que, para muitos, tem cheiro, som e sabor de festival. Afinal foi vencendo festivais que conquistou seu público fiel como poucos. Mas Marinho não é só festival; é coração, poesia, bares, shows, é um "novo talento".

 

 "Coração e Poesia"

 "Dor de menino"

 "Deusa Grega"

 

 

marinholima@linkexpress.com.br   

 


 



 Escrito por jucier às 10h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




MÚSICA

 

Há 22 anos, no dia 19 de janeiro de 1982, morria a cantora Elis Regina de Carvalho Costa, a "Pimentinha", como era chamada. Gaúcha de Porto Alegre, Elis pode ser considerada um dos principais nomes da MPB em todos os tempos. Não foi sem querer que foi a primeira pessoa a inscrever a própria voz como instrumento na Ordem dos Músicos do Brasil. Responsável por sucessos inesquecíveis como "O Bêbado e o equilibrista", "Fascinação", "Madalena", "Arrastão" e "Romaria", a cantora é a homenageada de hoje no "arte & poesia", que procura resgatar um pouco da intensa carreira e da voz inconfundível de Elis, nascida em 17 de março de 1945. Você vai se deliciar com trechos de entrevista realizado na TV Cultura em 23/08/73 - programa MPB Especial.(de um total de 09), em breve estarei postando o restante.

 

 entrevista I

 entrevista II 

 entrevista III

  águas de março



 Escrito por jucier às 02h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




AGRADECIMENTOS

 

Olá pessoal, hoje fiquei sabendo que o "arte & poesia" está sendo indicado na lista dos blogs legais da uol. Com certeza não teria alcançado esse sucesso sem a participação e apoio de vocês. E para fazer uma homenagem a todos os meus amigos que aqui estiveram e aos novos olhares dos internautas que por aqui estão passando, apresento o curta metragem " A Espera" de Ernesto Solis.

Este foi um dos favoritos do festival de curtas de São Paulo e do Anima Mundi - 2004. Assistam o filme e não deixem de comentar...

 

CURTA METRAGEM

A Espera

 

No meio do deserto, Kico espera sentado na frente de um pequeno hotel. Nada tira sua atenção. O que pode esperar alguém desse lugar que não tem nada? Um dos favoritos no Festival de Curtas de São Paulo.

A Espera  

Gênero Animação

Diretor Ernesto Solis

Elenco Cosmo Monteiro, Enrique Diaz, Matheus Nachtergaele

Ano 2003

Duração 8 min

Cor Colorido

Bitola 35mm

País Brasil

 

http://www.portacurtas.com.br/pop_160.asp?COD=1889&Exib=1844

 



 Escrito por jucier às 23h47
[   ] [ envie esta mensagem ]




TEATRO

 

Olá turma, aproveitem essa promoção e assistam a peça "Eh, Turtuvia!" com desconto. É só imprimir o convite abaixo. Eu já assistí e garanto que é um belo espetáculo!. Não deixe de dar uma lida em um post que fiz no dia 01/08, que por sinal tem boa crítica da revista bravo. É só procurar no histórico ao lado por data. 

 

 



 Escrito por jucier às 00h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




CURTA METRAGEM


Velha História





Um dia ao pescar na beira de um rio um homem pega um peixe. A partir de um gesto de afeto do pescador, os dois desenvolvem uma linda amizade que é admirada por todos na cidade. Do poema de Mário Quintana.




Velha História


Gênero Animação


Diretor Claudia Jouvin


Ano 2004


Duração 6 min


Cor Colorido


Bitola 35mm


País Brasil











Ficha Técnica

Fotografia Paulo Camacho Roteiro Claudia Jouvin Animação Claudia Jouvin, Pedro Luá Trilha original Santa Marta Empresa produtora Vaca Louca Narração Marco Nanini Montagem Lu's Ratts Escola Produtora UNESA




 Escrito por jucier às 23h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




TEATRO

 

 

 

de 16/09 a 10/10 no Teatro Laboratório - USP

 

 

Olá gente bonita, no dia 16 de Setembro o grupo experimental de teatro da USP “Cia. TÍTERE AZUL” – formado por alunos de Artes Cênicas da ECA USP e de atores profissionais, dirigido por Andréia Queiroz, apresenta a livre adaptação de: “CALÍGULA”, de Albert Camus. Tenho acompanhado as peças apresentadas por essa galera e não posso deixar de dizer que é algo surpreendente. Bom, leiam a sinopse abaixo e passem por lá...

 

SINOPSE:

Desespero e revolta movimentam Calígula, que impõe ao seu império o resultado de sua escolha. Na busca do impossível, corrompe a moral e a própria condição humana pelo poder.


1. A busca da lua ou da felicidade

Calígula fala do desespero de viver e da necessidade de se ter um sentido para a vida. Calígula busca preencher este vácuo executando a sua liberdade, liberdade esta sem limites. Ele não se conforma, o seu desespero é ativo, pois não espera morrer, antes busca a morte. Atualmente estamos vivendo em situação parecida à de Calígula. Deparamo-nos conosco mesmos, sem encontrar um enquadramento, frágeis e sós. Calígula desafiou sua situação, e bancou seu desafio até o fim. Chegou ao final com a certeza de que o caminho que tomou não foi o melhor, descobriu isso à custa do sofrimento e da morte de muitos. Mas ele poderia estar certo (e por que não?).

 

2. Uma proposta para a encenação

O projeto de trabalho para Calígula é juntar: música, som (produzido pelo grupo e que não seja necessariamente canto), imagem, ação e palavra de forma sintética. Assemelhando-se à idéia de vídeo-clipe, embora não seja um musical, elaborar com a união destas linguagens, a transposição do texto. Desenvolver um trabalho no qual a idéia da peça, seja absorvida não pela consecução de palavras (apesar de sua incontestável relevância nesta obra), e sim pelo impacto sensorial que a conjunção dessas linguagens pode gerar no espectador.

 

 

Local e Data:

Teatro Laboratório Sala “Miroel Silveira” da USP - 200 lugares – Cidade Universitária

(Av. Prof. Luciano Gualberto, 215 Travessa J – Tel. 3091-4375)

De quinta a sábados às 20:00 e Domingo às 19:00 horas

 

Ingresso:

Entrada franca -  Retirar o ingresso com 1 hora de antecedência (1 por pessoa)

Durante as primeiras 4 semanas em que ”Calígula” estiver em cartaz, será estimado um público de 3.000 espectadores, pois já existe um público cativo neste teatro, devido a qualidade dos espetáculos ali encenados ao longo de sua história.



 Escrito por jucier às 23h09
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, OSASCO, Homem, de 26 a 35 anos, Arte e cultura, Música
Histórico
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/10/2004 a 31/10/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004
  01/05/2004 a 31/05/2004
  01/04/2004 a 30/04/2004
  01/03/2004 a 31/03/2004


Outros sites
  Antonio Nobrega
  Centro Cultural SP
  Cifras latinas
  Dica de teatro
  ECA - USP
  Fraternal Cia Malas Artes
  Itau cultural
  Jornal Poesia
  Jornal da USP
  MAM
  Memorial
  Metropolis
  MIS
  Porta Curtas
  Provocacoes
  Revista Bravo
  Revista Caros Amigos
  Teatro Brincante
  Teatro Oficina
  Viajando na Poesia
  ___________________
  BLOGS CULTURAIS
  Adriana Zapparoli
  A história de nós dois (e o resto)
  Arteiros de Plantão
  Caderno
  Espaço Livre
  Giramundo Girassol
  Lendo e sonhando
  Momentos de Angel Kiara
  Nóis do Teatro
  Nothing Stays the same
  Poesia da noite e do dia
  Projeto Postal
  Ranchinho da Poesia
  Terra e Fogo
  Uns versos quaisquer
  Viva a vida
  Xilo & Cia
  ___________________
  AO VIVO
  Rádio Cultura AM - SP
  Radio Cultura FM - Argentina
  Radio Galicia
  Radio MEC AM
  Rádio MEC FM
  Rádio USP FM
  Rádio UNESP FM
  TV Cubana
  TV Cultura
  TVE
  TV Galicia
  TV Telesur
  TV Universitária
  TV Chile UCV
  TV Universidad - México
  Alma de Poesia
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?